pontopm
Generic selectors
Somente correspondências exatas
Pesquisar no título
Pesquisar no conteúdo
Post Type Selectors

Tempos de Incertezas, de Fé e Muita Certeza!

incertezas-fé-e-muita-certeza

Os eleitores brasileiros têm imensurável desafio. No próximo dia 30/10, elegerão o Presidente do Brasil. Contudo, prevalecem tempos de incertezas, de Fé e muita certeza! Compreendê-las, com muita paz e harmonia no coração, é necessidade vital aos que desejam viver num País de plena felicidade à sua Brava Gente!

Há percalços a ser superados, nos vigentes tempos de incertezas, de Fé e muita certeza! Surgem, assim, alguns questionamentos. Quais são as incertezas? Há Fé, para as pessoas brasileiras, aqui, ali, alhures? Qual é a realidade da certeza de Muita Certeza?

Às indagações anteriores, uma resposta é certa: a certeza de que a Muita Certeza, será a vitoriosa. Aquela, nestes tempos vividos pelos brasileiros, se contrapõe à e às incertezas difundidas diariamente. À qual delas se apegará o(a) leitor(a) residente nos municípios do “Oiapoque ao Chuí”, como se imaginava outrora!

Assim, de Roraima (na divisa entre o Brasil e a Guiana) ao Rio Grande do Sul, prevaleça, nos corações dos brasileiros, o desejo de festejar a Democracia. Que nesse cenário continental brasileiro, cada eleitor(a) manifeste, de per si, com liberdade sua vontade política! Opte, no tempo certo, e concretize sua escolha inteligente e cristalina. O próximo domingo, dia 30/10, será um dia de alegria, com Muita Certeza, Fé e Superação das Incertezas.

A Muita Certeza da Brava Gente Brasileira

Na extensão continental do Brasil, no coração da brava gente brasileira, há o Deus, Criador e Rei. É Senhor de tudo! E de toda decisão! Já escolheu toda liderança política que governará a Pátria Brasileira, no período 2023-26.

Firmado nesse entendimento, temos a convicção de que Sua decisão – à nossa Pátria, no próximo dia 30/10 – já foi tomada!  Cada um de nós entenderá Sua vontade. Que é, aquilo que é bom, perfeito e agradável a Ele.1

Daí nos será negada qualquer atitude contrária à pacífica aceitação! Ele sabe o que é melhor para o nosso País. E nos alerta para não nos acharmos melhores do que realmente somos. E cada um julgue a si mesmo conforme a fé que Deus lhe deu.2

A Fé da Brava Gente Brasileira

O que é a Fé? O autor (desconhecido) da Carta aos Hebreus ensina que A fé é a certeza de que vamos receber as coisas que esperamos e a prova de que existem coisas que não podemos ver.

O que esperas receber, nos próximos dias? Tem a certeza de que receberás? Não esqueças que existem coisas que não podemos ver. Então, exceto Deus, ninguém sabe, ainda quem será o próximo Presidente do Brasil.

Que reação terás, caso não se consolide tua FÉ? Certamente aprendeu que resultados bem-sucedidos ocorrem após alguns fracassos. Fracassos são etapas de uma jornada. Vence-se, uma, aqui! Perde-se, outra, ali… e vida que segue!

Superação das incertezas pela Brava Gente Brasileira

A enxurrada de informações que alcança os eleitores brasileiros pode inundá-los. Muitas são verdadeiras, porém distorcidas. Às vezes omitidas, ou contadas como se fossem mentiras. Concorrem ao desentendimento dos leitores.

Outras tantas, mentirosas ou falseadas de forma grotesca, são divulgadas às escâncaras. Ao reboque de muitas mídias, a maioria estrangeira, desinformam, muito mais do que comunicam. São proclamadas como se fossem a mais pura verdade.

Nesse enfoque, há comprometimento dos meios criados para comunicar. Encurtam distâncias e agilizam a veiculação de dados e informações. No entanto, favorecem condutas incivilizadas, quiçá criminosas.

Que as incertezas sejam superadas pela Fé! E, mediante a Fé dos brasileiros, as Bênçãos de Deus recaiam sobre todos nós. Que os homens e mulheres, escolhidos para governar o Brasil, busquem a Sabedoria Divina. Em consequência dessa, os gestos, atitudes e comportamentos humanizados sejam direcionados em favor do bem-estar dos brasileiros, do Monte Caburaí ao Chuí!

Tenha um ótimo final de semana e um excelente dia das eleições, a exemplo do que ocorreu no dia 2/10/2022.

1 e 2 (Citações extraídas da Carta de Paulo aos Romanos 12:2 e 4 – Bíblia Nova Versão na Linguagem de Hoje).

Com as informações da Super Interessante e Capitais e Estados Brasileiros.

12 respostas

  1. Excelente artigo, Cel. Isaac, pois para um tempo de incertezas o melhor a fazer é buscar o direcionamento da Palavra de Deus que é Eterna!

  2. Ótimo artigo preclaro amigo! Ademais não cai uma folha da árvore se não for da vontade de Deus. Certamente vivemos tempos difíceis. Há uma questionável e latente inversão de valores morais em nosso país. Oremos pelas autoridades constituidas da nossa nação. Vamos, os homens de bem, fazendo a nossa parte.Que a verdade e o bem prevaleça!

    1. Agradeço seu comentário e concordo contigo, Amigo Luiz Antônio.
      O mais importante é a obediência a Quem tudo pode.
      Nessa direção, seguiremos, confiantes, pois trilharemos o caminho certo!
      Seremos, então, com certeza, pessoas felizes!

  3. Como sempre meu amigo, palavras cheias de verdades e plenas de sabedoria. Parabéns!! Que Deus nos abençoe, mais uma vez nesta jornada. Forte abraço.

    1. Estimado Amigo e Professor Alisson,
      Muito grato, pela sua participação e leitura!
      Estou certo de que Deus nos abençoará, na nossa jornada!
      Sigamos, olhando para frente e para Ele.

  4. Senhor Coronel Isaac, bom-dia! Do Monte Caburaí ao Arroio Chuí, só uma certeza: toda essa grandeza foi construída pela Fé em Deus a partir da Diocese de Santa Maria do Tomar, sede do Castelo Templário de Cristo, com o nome de Terra de Santa Cruz, com os olhos fixos no promontório denominado Monte Pascal. Desde sempre, em terra brasilis, Deus é o Senhor.

    1. Agradeço seu comentário, Caro Amigo e Camarada Carlos Braga!
      Parabenizo-te, mais uma vez!
      Como sempre, você enriquece Nosso Espaço do Ponto PM.
      Seja como autor ou comentarista, suas considerações são sábias e cristalinas e fundamentadas em Conhecimento Histórico impecável.

  5. Excelente visão do momento Cel.
    Sabemos porém, que a despeito de nossas escolhas, será presidente o escolhido por Deus ,nosso PAI!
    Pode não bater com a vontade de muitos…mas agradar todos, sem exceção, impossível!
    Esperemos que o que for eleito faça o melhor pelo nossos país, pela nossa gente, por nós, brasileiros !
    Que haja vitória do bem!

    1. De fato, Eliana, Estimada Prima!
      Agradeço a gentileza de seu comentário.
      Nele, você explicita a certeza que, há vontades diversas, em meio à Vontade Suprema!
      Nessa temática específica, a Vontade Suprema é imutável.
      Prevalecerá, porém agradará apenas uma das partes.
      O mais importante é que, ao final de tudo, haja paz e harmonia, nas mentes e corações dos brasileiros!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre o(a) Autor(a)

Isaac de Souza

Isaac de Souza

(1949 _ _ _ _) É Mineiro de Bom Despacho. Iniciou a carreira na PMMG, em 1968, após matricular-se, como recruta, no Curso de Formação de Policial, no Batalhão Escola. Serviu no Contingente do Quartel-General – CQG, antes de matricular-se, em 1970, e concluir o Curso de Formação de Oficiais – CFO, em 1973. Concluiu, também, na Academia Militar do Prado Mineiro – AMPM, os Cursos de Instrutor de Educação Física – CIEF, em 1975; Informática para Oficiais – CIO, em 1988; Aperfeiçoamento de Oficiais – CAO, em 1989, e Superior de Polícia – CSP, em 1992. Serviu no Batalhão de RadioPatrulha (atual 16º BPM), 1º Batalhão de Polícia Militar, Colégio Tiradentes, 14º Batalhão de Polícia Militar, Diretoria de Finanças e na Seção Estratégica de Planejamento do Ensino e Operações Policial-Militares – PM3. Como oficial superior da PMMG, integrou o Comando que reinstalou o Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Sargentos, onde foi o Chefe da Divisão de Ensino de 92 a 93. Posteriormente secretariou e chefiou o Gabinete do Comandante-Geral - GCG, de 1993 a 1995, e a PM3, até 1996. No posto de Coronel, foi Subchefe do Estado-Maior da PMMG e dirigiu, cumulativamente, a Diretoria de Meio Ambiente – DMA. No ano de 1998, após completar 30 anos de serviços na carreira policial-militar, tornou-se um Coronel Veterano. Realizou, em 2003-2004, o MBA de Gestão Estratégica e Marketing, e de 2009-2011, cursou o Mestrado em Administração, na Faculdade de Ciências Empresariais da Universidade FUMEC.