pontopm
Generic selectors
Somente correspondências exatas
Pesquisar no título
Pesquisar no conteúdo
Post Type Selectors

Seres desprezíveis enrustidos

seres-desprezíveis-enrustidos

Os que fazem parte de nossas instituições estão, em sua maioria, podres! Veja-se o nível de um canalha como o ministro Alexandre de Moraes (STF), o qual, muitos dizem, é na realidade psicopata ou débil mental. Foi ele o principal artífice da fraude eleitoral presidencial e que não cansava de dizer aos comparsas do desmoralizado STF que alguns iriam protestar depois de anunciado o resultado, mas “que, logo, logo, a gente arruma tudo e nosso domínio será total”. Deu com os burros n’água.

Vocês já imaginaram quando esse vagabundo estiver sem toga? Como irá circular nas ruas, depois de ter feito tantos inimigos e prejudicado a vida de tantos? Sem contar o bravo jornalista Oswaldo Eustáquio, que foi para a prisão e de lá saiu paraplégico. Moraes mandou prender professores que participaram de protesto, o porta-voz de caminhoneiros, Zé Trovão (eleito deputado federal), o deputado federal Daniel Silveira e exilou o jornalista Allan dos Santos. A lista é inacreditável e extensa.

O STF é, hoje, reduto de criminosos do mais alto risco. Todos irmanados na tarefa de transformar o país numa ditadura comunista, onde os que trabalhassem nada possuiriam. Os ministros são apoiados por imprensa tão desmoralizada quanto os próprios, criando falsas narrativas todos os dias, a fim de que sirvam como base a atos plenos de ilegalidade. Vejam Luís Roberto Barroso, cognominado “Lulu Boca de Veludo”, porque vivia praticando felação em tudo que era universitário de seu tempo.

Barroso perdeu as estribeiras em Nova York, no evento preparado por seu comparsa de felação, Agripino Doria, e empregou termo próprio do bandido, marginal e covarde que é: “-Perdeu, Mané”. Este picareta, em agosto de 2021, foi acusado pelo presidente Bolsonaro de ter ido à Câmara dos Deputados impedir que a PEC do voto impresso fosse aprovada. Dizem que ameaçou colocar em pauta, no STF, processos criminais contra deputados. Ele também declarou que “eleição não se ganha, se toma”.

Em fevereiro deste ano, Barroso foi ao Texas, nos EUA, participar de evento cujo título era bem sugestivo: “Livrando-se de um presidente”. Como um ser desprezível como tal integra os quadros da mais alta corte do país? Tudo foi articulado à frente de todos. Não viu quem não quis. Todos os dias eles emitiam sinais e diziam abertamente o que estavam fazendo: preparando a fraude eleitoral que aí está. Os infames têm de ir presos. A população tem de permanecer na frente dos quartéis e pedir a prisão desses bandidos.

O STF terá de mandar a maioria de seus membros para o xilindró, especialmente a tia velha, Edson Fachin, conhecida como “Carmem Miranda”. Foi este verme salafrário quem tirou o nove dedos da prisão e o colocou no páreo eleitoral presidencial, enquanto a fraude era montada. Canalhas, canalhas, mil vezes canalhas. Um outro, Gilmar Mendes, conhecido por ter a família envolvida na posse de cemitério clandestino em Diamantino, Mato Grosso, já praticou crimes inomináveis em aliança com meliantes de seu naipe.

Bom mesmo que estamos tendo esse longo tempo, porque a quadrilha está apodrecendo totalmente à nossa vista. Se as providências tivessem sido tomadas no ano passado, as pessoas jamais saberiam o nível de periculosidade desses bandoleiros.

Espalhem este artigo até que alcancemos a maioria dos brasileiros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre o(a) Autor(a):

Picture of Neimar Fernandes

Neimar Fernandes