pontopm
Generic selectors
Somente correspondências exatas
Pesquisar no título
Pesquisar no conteúdo
Post Type Selectors

A Construção da Segunda Cidadania

segunda-cidadania

Carlos Braga recebeu, em Portugal, sua segunda cidadania. Tornou-se Cidadão Português. Major Veterano da Polícia Militar de Minas Gerais, o oficial é, também, historiador e colaborador do PontoPM. Assim, foi convidado, recentemente, a compartilhar, com a Equipe do PontoPM, suas experiências vividas no outro lado do Atlântico.

Carlos Braga, entregou-nos, gentilmente, o texto denominado A CONSTRUÇÃO DA SEGUNDA CIDADANIA – A MINHA EXPERIÊNCIA. Após leitura desta breve entrevista, faça o download de uma cópia.

Equipe PontoPM – Major Carlos Braga como se deu esse processo?

Major Carlos Braga: O processo de concessão da Nacionalidade Portuguesa, no meu caso em particular, se deu por naturalização em decorrência do tempo vivido de forma legal em Portugal. Há outras formas previstas na Lei da Nacionalidade e atende aos casos concretos.

Equipe PontoPM – Major Carlos Braga como se caracteriza o tempo vivido de forma legal em Portugal?

Major Carlos Braga: O tempo vivido de forma legal em Portugal é caracterizado pela residência legal em Portugal, com a emissão do Título de Residência, que até os cinco anos se caracteriza como Título de Residência Temporária e se renova em períodos de tempo – um ou dois anos. A partir dos cinco anos de residência legal é emitido o Título de Residência Permanente e renovável de cinco em cinco anos.

Equipe PontoPM – Major Carlos Braga qualquer pessoa pode seguir o mesmo caminho percorrido por você?

Major Carlos Braga: O processo de concessão da Nacionalidade Portuguesa é muito objetivo, o meu caso é uma das formas onde se adquire por tempo, há os casos de consanguinidade – filhos e netos de pais portugueses nascidos em Portugal, que é um processo bem mais simples e pode ser feito em qualquer representação diplomática de Portugal espalhada pelo mundo. O meu caso só se faz na Conservatória do Registro Civil em Portugal e a minha escolha foi por Braga, cidade na qual eu residia. A Lei da Nacionalidade explica claramente o trâmite.

Equipe PontoPM – Major Carlos Braga como se acessa à Lei da Nacionalidade Portuguesa?

Major Carlos Braga: É muito simples. Basta digitar o termo em qualquer buscador e o algoritmo apresenta a resposta de imediato.

Equipe PontoPM – Major Carlos Braga o que pode ser dito para esclarecer aos nossos leitores sobre o processo de construção da dupla cidadania ou da busca por uma segunda cidadania?

Major Carlos Braga: Para se construir um entendimento simples e objetivo é apresentado o texto a seguir que resgata de forma simples a minha história desde a ideia inicial até a emissão do documento português, inclusive com os trâmites anteriores à residência legal que são iniciados no Consulado de Portugal no Brasil. Leia, reflita e se posicione. Mas não se esqueça que essa é a minha história, não é exemplo ou roteiro e tampouco uma cartilha. Tenha discernimento.

Equipe PontoPM – Major Carlos Braga a Equipe PontoPM agradece a sua disponibilidade e ao apresentar o texto no link abaixo, espera que os nossos leitores o leiam e reflitam sobre a viabilidade na construção de um direito que é particularmente próprio e singular a cada pessoa.

Major Carlos Braga: Agradeço ao espaço virtual PontoPM e a todos que o compõem pela oportunidade de apresentar um texto que possa balizar as expectativas dos nossos leitores. Desejo a todos uma boa leitura e sorte.

Clique e baixe: A CONSTRUÇÃO DA SEGUNDA CIDADANIA – A MINHA EXPERIÊNCIA

6 respostas

  1. Boa narrativa sobre a dupla cidadania,um esclarecimento como sempre instrutivo.

    1. Meu caro Sobrinho, bom-dia! Muito obrigado pela atenção e pela oportunidade de nos encontrarmos neste espaço virtual que carinhosamente se denomina PontoPM. Espero continuar a escrever textos que tenha significado na vida das pessoas.

  2. Excelente entrevista e anexo, baixei em meus arquivos! Tudo que estava estudando sobre o assunto, pouca coisa ajudou! Esse texto reuniu informações e experiências que serão minha inspiração para meu sonho e de minha família. Obrigada ao autor pela riqueza postada. Deus o abençoe.

    1. Hysnara Xavier Soares, bom-dia ! Agradeço, de coração, as suas palavras, são manifestações positivas de alguém que certamente se sentiu tocado e de igual forma a sua alegria também me tocou. Sirva-se do texto e o faça chegar a outros e com certeza ajudaremos a muitos. O espaço virtual PontoPM nos uniu neste propósito e nos completamos na expectativa de todos. Muito obrigado.

  3. Caro amigo Major Carlos Alberto,
    É com muita satisfação que acompanho esta entrevista, como sempre suas palavras são muito coesas e alicerçadas numa experiência vivida com muita responsabilidade e retidão.
    Parabéns e um grande abraço do amigo e irmão Robson Maciel.

    1. Meu caro Amigo e Irmão Brácaro-Pernambucano Robson Maciel, bom-dia!
      Com certeza aquilo que nos guia é a retidão e o compromisso com o próximo. Assim como somos alicerces que se sustentam, devemos o ser para os outros que de nós se servem. Muito obrigado pela atenção, companheirismo e perseverança na obra. Deus é conosco e no espaço virtual PontoPM tento cumprir o meu papel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre o(a) Autor(a)

Equipe PontoPM

Equipe PontoPM