pontopm
Generic selectors
Somente correspondências exatas
Pesquisar no título
Pesquisar no conteúdo
Post Type Selectors

Polícia Militar do Distrito Federal destaca o “Pacto pela vida no trânsito”!

Nas atividades de polícia ostensiva e preservação da ordem pública, os profissionais da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) estão engajados.

Dentre os destaques das atuações, destacamos os feitos dos valiosos profissionais de polícia ostensiva de trânsito que integram o Comando de Policiamento de Trânsito (CPTran), daquela Instituição Militar Estadual, conforme se vê na seguinte nota publicada no portal da PMDF:

O Comando de Policiamento de Trânsito (CPTran) tem se destacado pela atuação sobre os delitos praticados nas vias de Brasília relacionados ao trânsito. De acordo com o artigo 65 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o uso de cinto é obrigatório para o condutor e passageiro em todas as vias públicas do território nacional, salvo as exceções regulamentadas pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito).
Os dados de janeiro a 12 de abril de 2017 demonstram que a Polícia Militar do Distrito Federal atua em favor da vida quando a instituição notifica os condutores que insistem em não utilizar o cinto de segurança, vejam os números:
Janeiro – 2.410 autuações;
Fevereiro – 2.036 autuações; e
Março – 2.471 autuações.
Outro dado que chama a atenção é a insistência de alguns motoristas em conduzirem seus veículos teclando no celular, conforme a informação sobre notificação por dirigir usando o celular:
Janeiro – 3.385 autuações;
Fevereiro – 1.770 autuações; e
Março – 3.546 autuações.
Com a preocupação constante em diminuir os índices criminais e o aumento do cumprimento das metas sobre o pacto pela vida, os policiais militares não cansam em lograr êxito em suas ações. As apreensões de armas, promovida pelas operações do CPTran, demonstram os números de armas de fogo apreendidas:
Janeiro – 11;
Fevereiro – 9;
Março – 20; e
Abril – 5;
Total de 45 armas de fogo apreendidas.
Comparando os dados com uma tese de doutorado defendida no Rio de Janeiro, observou-se que, a cada oito armas apreendidas uma vida é salva. Em comparação aos dados apresentados sobre apreensões de armas e a tese de doutorado, é possível afirmar que a Polícia Militar do Distrito Federal salvou mais de 5 vidas.
Esse é o real motivo em que os policiais militares exaltam sua dedicação: Polícia Militar do Distrito Federal, muito mais que segurança.

Fonte: PMDF.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre o(a) Autor(a):

Picture of Equipe PontoPM

Equipe PontoPM