pontopm
Generic selectors
Somente correspondências exatas
Pesquisar no título
Pesquisar no conteúdo
Post Type Selectors

Fundamentos do Planejamento Prospectivo Aplicados à Polícia Militar

É muito melhor arriscar coisas grandiosas, alcançar triunfos e glórias, mesmo expondo-se à derrota, do que formar filas com pobres de espírito que nem gozam muito, nem sofrem porque vivem nessa penumbra cinzenta que não conhece vitória nem derrota.
Theodore Roosevelt

Os “pobres de espírito” destacado Theodore Roosevelt, Jr. — […] um militar, explorador, naturalista, autor e político norte-americano que serviu como o 26º Presidente dos Estados Unidos de 1901 a 1909 […] — difere, certamente, pois são o contrário dos “pobres de espírito” citado pelo Mestre dos Mestres — Jesus Cristo — no Evangelho de São Mateus, capítulo cinco, verso três.

Se me é permitida usar uma frase síntese da afirmação de Roosevelt, Jr., diria que são aqueles que ficam em “cima do muro”. Conheci muitos servidores militares estaduais que, no papel inominável de comandantes ou de assessores e integrantes de um comando, se portavam da forma explicada por Roosevelt.Jr. E não foi para esses que o Coronel Sérgio Henrique Soares Fernandes escreveu o Livro Fundamentos de Planejamento Prospectivo Aplicado à Polícia Militar. Isso porque “os pobres de espírito”, para Roosevelt, Jr., desconhecem a derrota e a vitória. Desconhecem-nas porque não lutam! Preferem manter-se na zona de conforto.

 

O Livro de Coronel Sérgio é um compêndio de uso obrigatório pelo gestor de polícia ostensiva e de preservação da ordem pública. É um Livro para os “pobres de espírito” —  citados por Jesus Cristo — que reconhecem o quanto são carentes dos  saberes da gestão estratégica e tática e operacional. E que tudo fazem para conhecê-los, a fim de reunir argumentos próprios e sustentadores de autoridades naqueles misteres, sem as quais não se qualificam para o exercício legítimo da liderança. Então, desprovido da autoridade genuína dos comandantes, ao invés de influenciar comandados, tornam-se caudilhos, déspota e demagogos.

É um Livro para líderes que desejam buscar o crescimento profissional e tornarem-se úteis à Instituição Militar Estadual a que pertencem. E ajudá-la a firmar-se no sentido de utilidade a que se propõe.

O Coronel Sérgio é:

Formado em Administração de Empresas pelo Centro Universitário Newton Paiva, tem Mestrado em Administração pela Universidade São Marcos. Também realizou cursos de pós-graduação lato sensu em Gestão Estratégica de Recursos Humanos (Centro Universitário de Belo Horizonte, Segurança Pública e Gestão Estratégica de Segurança Pública (Fundação João Pinheiro).

Vale a pena conferir!

2 respostas

  1. Boa tarde.
    Sou da PM do Rio Grande do Sul.
    Como faço para comprar o livro FUNDAMENTOS DE PLANEJAMENTO PROSPECTIVO APLICADOS À POLÍCIA MILITAR. Sérgio Henrique Soares Fernandes. 2ª ed. Belo Horizonte: D’Plácido, 2016.
    Obrigado

    1. Boa tarde, Paulo Franco,

      Fiz contato com o Cel Sérgio, autor o livro “Fundamentos de Planejamento Prospectivo aplicados à Polícia Militar”.

      O livro, segundo ele, está esgotado e não há previsão para reeditá-lo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre o(a) Autor(a)

Isaac de Souza

Isaac de Souza

(1949 _ _ _ _) É Mineiro de Bom Despacho. Iniciou a carreira na PMMG, em 1968, após matricular-se, como recruta, no Curso de Formação de Policial, no Batalhão Escola. Serviu no Contingente do Quartel-General – CQG, antes de matricular-se, em 1970, e concluir o Curso de Formação de Oficiais – CFO, em 1973. Concluiu, também, na Academia Militar do Prado Mineiro – AMPM, os Cursos de Instrutor de Educação Física – CIEF, em 1975; Informática para Oficiais – CIO, em 1988; Aperfeiçoamento de Oficiais – CAO, em 1989, e Superior de Polícia – CSP, em 1992. Serviu no Batalhão de RadioPatrulha (atual 16º BPM), 1º Batalhão de Polícia Militar, Colégio Tiradentes, 14º Batalhão de Polícia Militar, Diretoria de Finanças e na Seção Estratégica de Planejamento do Ensino e Operações Policial-Militares – PM3. Como oficial superior da PMMG, integrou o Comando que reinstalou o Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Sargentos, onde foi o Chefe da Divisão de Ensino de 92 a 93. Posteriormente secretariou e chefiou o Gabinete do Comandante-Geral - GCG, de 1993 a 1995, e a PM3, até 1996. No posto de Coronel, foi Subchefe do Estado-Maior da PMMG e dirigiu, cumulativamente, a Diretoria de Meio Ambiente – DMA. No ano de 1998, após completar 30 anos de serviços na carreira policial-militar, tornou-se um Coronel Veterano. Realizou, em 2003-2004, o MBA de Gestão Estratégica e Marketing, e de 2009-2011, cursou o Mestrado em Administração, na Faculdade de Ciências Empresariais da Universidade FUMEC.